Custos ocultos: 4 dicas para que você saiba identificá-los

Um problema que afeta igualmente diversas empresas, reduzindo sua eficiência e margem de lucro, são os chamados custos ocultos, ou seja, pequenas despesas que decorrem de falhas e erros nos diversos processos de produção. Segundo estimativas de mercado, esses custos costumam consumir de 15% a 45% do orçamento de empresas, o que é uma parcela significativa e, dependendo do porte do negócio, pode levá-lo à falência.

Como esses gastos são difíceis de identificar, não são calculados e não fazem parte de relatórios, de modo que seu valor total muitas vezes é desconhecido. Por isso, é importante saber reconhecê-los e mensurá-los. Continue lendo e conheça 4 dicas para eliminar as despesas que corroem a lucratividade da sua empresa!

1. Custos de produção e armazenamento

Excesso de produção ou produção em demasia de mercadorias pouco vendidas geram gastos com armazenamento, espaço em estoque e representam até mesmo um custo de oportunidade, pois produtos de maior rotatividade deixam de ser elaborados.

Um caminho para reduzir esses custos ocultos é realizar um maior controle dos estoques, conhecendo a fundo seu conteúdo, e estudar o fluxo de vendas para orientar a produção com base nelas.

2. Custos de operação

A manutenção de um imóvel, a compra de materiais para escritório e despesas de luz e internet são gastos fixos que muitas vezes passam despercebidos.

Isso acontece, por exemplo, com uma empresa que ocupa um imóvel maior do que o que ela precisa, o que gera despesas desnecessárias para cuidar do excesso de espaço. Assim, escolher a sede da empresa de acordo com sua verdadeira necessidade de produção reduz drasticamente as despesas desnecessárias com manutenção.

Um outro exemplo é a falta de controle prévio em relação ao uso de insumos, dando margem para que sejam gastos de modo indiscriminado. Por isso, é preciso implementar um controle sobre a utilização de materiais e adotar políticas de conscientização em relação ao consumo de água e energia elétrica.

3. Custos esporádicos

Os gastos esporádicos, como os causados por defeitos em computadores, que exigem a contratação de um técnico, ou questões legais, que acarretam na contratação de um escritório de advocacia, tendem a ocorrer ao longo do tempo. Caso a empresa não esteja preparada, essas “surpresas” podem consumir boa parte de seu orçamento.

Para solucionar essa categoria de custos ocultos é interessante buscar pela terceirização de serviços, como o de TI, o que garante uma manutenção preventiva e evita prejuízos inesperados.

4. Custos de burocracia

O excesso de burocracia prejudica a empresa e se torna um custo, pois os funcionários perdem tempo, que poderia ser usado em tarefas produtivas, para atender processos de controle ou operação ineficientes. Assim, a redução de burocracia e a adoção de processos mais ágeis representam um ganho de tempo real, o que implica maior produtividade e rentabilidade.

Para minimizar o problema, é essencial manter um canal aberto de comunicação com os colaboradores, que lidam diretamente com a realidade de produção da empresa e possuem uma boa ideia de como tornar seus processos mais eficientes. Implementar políticas de ouvidoria interna e captar essas opiniões é importante para melhorar o desempenho da empresa.

Também é importante conhecer as soluções tecnológicas disponíveis no mercado, como softwares personalizados. Por meio deles, é possível acompanhar todo o processo de produção e assim identificar com maior facilidade erros, evitando atrasos e retrabalhos.

Caso o devido cuidado não seja tomado com as despesas invisíveis, elas podem crescer de modo exponencial e reduzir as margens da empresa e sua produtividade, o que tende a comprometer sua viabilidade. Portanto, o empresário deve estar sempre alerta e tomar as medidas necessárias em diversas frentes para identificá-las e cortá-las.

Agora que você conhece os riscos que os custos ocultos representam, leia esse artigo e descubra como cortar os custos da empresa sem reduzir a qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima