empréstimos coletivos

Empréstimo coletivo: conheça essa alternativa ao factoring!

Atualmente, é comum ver projetos abertos a investimentos em busca de retorno por meio do crowdfunding. Mas você sabe o que é isso? Em tradução literal significa “arrecadação de multidão”, mas também chamado de empréstimo coletivo ou financiamento coletivo, essa modalidade tem por objetivo o investimento direto de dinheiro para projetos pessoais ou comerciais sem a necessidade de intermediação bancária ou de um agente de investimentos.

Assim, além de viabilizar projetos de pessoas físicas, o empréstimo coletivo torna-se, para muitas organizações, uma alternativa ao factoring, sendo uma atividade de fomento comercial. Entenda melhor como funciona o empréstimo coletivo e de que maneira ele pode ser aplicado a sua empresa.

Factoring x Empréstimo Coletivo

No factoring a empresa vende direitos creditórios, ou seja, vende as contas a receber no futuro por um valor um pouco menor imediatamente. Seria o equivalente a antecipar recebimentos, pagando um pequeno preço por isso. Normalmente uma empresa vende uma conta a receber para uma instituição financeira, que paga por exemplo 80% do valor da fatura. A vantagem do factoring é que micro e pequenas empresas conseguem obter recursos financeiros em pouco tempo, podendo investir em seus projetos e dar um fôlego no fluxo de caixa.

Já o empréstimo coletivo também pode ser usado para obter rápida liquidez financeira, mas o objetivo é conseguir dinheiro de outras organizações ou pessoas físicas, que investem o valor diretamente a troca de juros mensais mais baixos que os dos bancos. Conforme dito anteriormente, esse sistema também é chamado de crowdfunding. Assim, entende-se o que essa modalidade pretende: obter financiamento de diversas pessoas por meio da divulgação do projeto/empresa.

Como é possível divulgar um projeto via crowdfunding?

No Brasil já existem boas plataformas especializadas em crowdfunding, tanto para empresas quanto para projetos pessoais. Acessando qualquer página desse segmento, é possível fazer um cadastro e preencher todos os campos necessários para divulgar o seu projeto pessoal ou comercial. Em algumas plataformas, o projeto passa por uma análise prévia segundo critérios de criatividade, recompensas oferecidas ao doador e benefícios coletivos.

Qualquer pessoa que acessa a página pode encontrar um projeto de financiamento coletivo e fazer o investimento em uma proposta com a qual se identifica. Existem, por exemplo, projetos relativos a espetáculos teatrais, livros, filmes, e até mesmo pedidos de doação para tratamentos de saúde, trabalhos acadêmicos, entre outros.

Para quem faz a divulgação do projeto, também é possível compartilhar nas redes sociais, chamando a atenção de mais pessoas e, consequentemente, obtendo mais investimentos.

E qual a diferença entre crowdfunding e empréstimo coletivo?

Como já mencionamos, para ambos o autor do projeto precisa inscrevê-lo em um site especializado. No momento do cadastro, é preciso delimitar qual o valor necessário para realização do projeto e o prazo para sua execução.

Para empréstimos coletivos, porém, várias pessoas juntam-se como investidores para emprestar uma quantia para uma pessoa física ou jurídica a juros mais baixos.

Mas o que acontece se o valor necessário não for atingido no prazo de execução delimitado para o projeto? Nesse caso, o projeto é encerrado e o valor recebido é devolvido aos investidores.

Quais são as vantagens do empréstimo coletivo?

Essa modalidade tem diversas vantagens. Veja algumas delas:

  1. Mais barato que um empréstimo em banco: Sem o banco intermediando o dinheiro dos investidores, é possível obter taxas de juros muito mais baixas, além de oferecer uma rentabilidade interessante para os investidores.

  2. Divulgação imediata do projeto: Além da publicação no próprio site da plataforma de empréstimos coletivos, possíveis interessados que não podem contribuir financeiramente podem ajudar a divulgar o projeto.

  3. Maior visibilidade ao projeto: O site de financiamento coletivo serve como uma ferramenta de marketing que permite alcançar mais pessoas do que se fosse publicado em um site individual.

  4. Criação de uma base de seguidores: Com o financiamento coletivo, os investidores podem virar fãs de determinada categoria de projeto, tendendo a acompanhar e investir mais nessas propostas.

  5. Feedback imediato a respeito do projeto: Como a proposta está disponível e publicada, as pessoas facilmente oferecem um feedback, dando sugestões, oferecendo ideias e apontando novas perspectivas para o projeto.

  6. Disponibilização para pré-venda: Por ser inserido em uma plataforma, o produto ou o serviço são divulgados por meio de uma pré-venda, o que permite avaliar sua aceitação entre os consumidores.

  7. Investimento a baixo custo: Qualquer pessoa pode doar ou investir valores, independentemente de poder contribuir muito ou pouco.

Casos de sucesso de crowdfunding de empréstimos

As empresas privadas já estão adotando a modalidade do financiamento coletivo para financiarem seus projetos e atividades. Veja a seguir alguns casos de sucesso:

Moccato

Na área empresarial, são muitos os projetos que aproveitam o crowdfunding. Um exemplo é a Moccato, empresa que apostou na ideia do financiamento coletivo por ter identificado uma falha no mercado: o fato de que os cafés em cápsulas perdem o sabor com o passar dos dias. Assim, a Moccato criou um clube de assinaturas em que os investidores recebem o café moído e torrado há, no máximo, sete dias. A ideia inicial da empresa era receber R$ 10 mil, mas acabou arrecadando o dobro e ofereceu como recompensa cápsulas e xícaras, além de workshops de degustação.

La Peruana

Outro projeto de sucesso que apostou no empréstimo coletivo foi o La Peruana, food truck especializado na gastronomia do Peru. Para investir no restaurante de rua, a empreendedora apostou no financiamento coletivo para receber aporte financeiro e os investidores receberam jantares, aventais confeccionados em jeans, cursos para fazer o ceviche, prato típico do Peru, e eventos especiais, tanto domiciliares quanto corporativos.

Flower Essence Repertoire

No mundo, um dos casos de sucesso do crowdfunding de empréstimos foi relativo à empresa Flower Essence Repertoire, localizada na Escócia e que trabalha com essências de orquídeas.

Em dezembro de 2014, a empresa conseguiu obter financiamento de 266 pessoas e organizações por meio da plataforma Funding Circle. O objetivo era comprar mais materiais para aumentar a produção. Com o dinheiro obtido, a empresa investiu, aumentou o total de essências e chegou a apresentá-las à rainha da Inglaterra.

Saber Powersports

Esta empresa é uma das maiores da Europa que oferece experiências únicas em lanchas. A finalidade é oferecer adrenalina e aventura para quem gosta de sentir aquele “friozinho na barriga”.

Necessitando de um novo barco a jato, a empresa aderiu ao crowdfunding para conseguir 20 mil euros. O novo equipamento permitiu que a empresa aumentasse sua capacidade e economizasse combustível. O dinheiro foi adquirido de 168 pessoas em menos de sete dias e garantiu que a empresa continuasse oferecendo experiências inesquecíveis.

Empréstimos coletivos no Brasil

No Brasil, a NEXOOS está introduzindo o conceito de crowdfunding de empréstimos e oferece uma plataforma específica para empresas que querem empréstimos a juros mais baixos. Oferecendo simplicidade e a possibilidade de conseguir dinheiro em pouco tempo, a Nexoos é a saída para muitas empresas que buscam financiamento e também é um bom investimento para quem tem recursos sobrando.

Entendeu como o empréstimo coletivo funciona e de que forma sua empresa pode se beneficiar dessa iniciativa? Então, compartilhe esse post nas suas redes sociais e comece a publicar seus projetos na Nexoos agora para colocá-los em prática!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima