Digitalize o crédito para sua empresa. Simule com a Nexoos!
imposto-de-renda-investimentos
Investimentos

Nexoos – Como Declarar Investimentos em Empresas Cedidas

Conforme já mencionado no nosso artigo sobre inadimplência, caso uma das empresas da carteira do investidor atrase o pagamento da parcelas por 60 dias e se manteenha inadimplente até o fim daquela quinzena, haverá a cessão do crédito da instituição financeira diretamente para os investidores originais, sendo que a Nexoos possui uma procuração dos mesmos para agir e buscar recuperar os valores atrasados, extrajudicialmente e judicialmente, por meio de uma assessoria especializada.

Nesse momento muitos investidores se vêem com uma dúvida: Já que meu RDB foi liquidado e agora sou dono da dívida diretamente com a empresa, como vou declarar isso no meu imposto de renda?

Como a Nexoos não é uma instituição financeira, a mesma não emite Informe de Rendimentos Financeiros. O investidor receberá em seu email um relatório com as instruções e informações necessárias para declarar esse direito a receber.

Este deverá então emitir, até dia 30 de abril do ano vigente, a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda das Pessoas Físicas – DIRPF, onde deverá mencionar na ficha “Bens e Direitos”, sob o código 51 “Crédito decorrente de empréstimo”, as cédulas de crédito em seu poder, com informações detalhadas: nome e CNPJ dos devedores, valor principal, percentual de juros incidentes, bem como a data da emissão e o seu prazo. Já no campo “situação em 31.12.2017”, deverá constar apenas o valor principal emprestado que ainda não foi pago.

Essas informações aparecem na declaração da seguinte forma:

investimento-cedido-bens-direitos

 

Lembrando que desde que o valor unitário seja inferior a R$ 5.000,00 não há a necessidade de declarar o direito. No entanto, a falta dessa declaração no caso de óbito ou divórcio, dificulta os trâmites de transferência e comprovação.

Por outro lado, independentemente de declarar o direito ou não, caso alguma dessas empresas tenha feito algum pagamento no período, apenas os rendimentos (juros) deverão ser declarados no campo “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”:

investimento-cedido-rendimentos

É importante relembrar que a Nexoos apenas repassa os valores recebidos, não sendo efetivamente a pagadora desses rendimentos. A empresa pagadora é a responsável em reter o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) em favor dos investidores, por isso os valores pagos já serão líquidos de IR.

Caso necessário, a Nexoos também auxilia a empresa pagadora no processo de declaração desses valores para a Receita Federal do Brasil.

Formado em Engenharia Elétrica pela UNICAMP, James fez parte da AIESEC por 4 anos, trabalhando a nível Local e Nacional em 3 países diferentes. Hoje é Head de Produto e Dados na Nexoos, gerenciando o desenvolvimento da plataforma e os produtos financeiros associados.

Simule seu crédito
Share This