Empresas

Gestão financeira para empresas: Conheça as melhores práticas!

Gestão Financeira - Melhores Práticas
Escrito por Nexoos

Para alcançar uma gestão financeira eficiente, é necessário muito planejamento, controle e cuidado com as contas, já que qualquer deslize pode causar sérios prejuízos para o negócio.

Pensando nisso, fizemos este post com algumas dicas de gestão financeira que podem ajudar a melhorar os processos e deixar os resultados ainda mais satisfatórios. Continue com a leitura e saiba quais são elas agora mesmo!

Registrar todas as movimentações

Isso quer dizer que tudo que entra ou sai em termos de capital — como o recebimento de receitas e pagamentos de fornecedores, por exemplo — deve ser registrado e bem controlado. Além de ter um controle maior sobre o fluxo de caixa, isso permite que o gestor se planeje melhor nas questões a respeito de recebimento, cobranças e negociação de prazos para pagamento de seus credores.

Vale lembrar que até as compras mais simples ou baratas — como o café da recepção, por exemplo — devem ser registradas.

Ter atenção para a formação de preços

Essa é uma das principais dicas de gestão financeira, visto que os preços estão diretamente ligados ao lucro que a empresa obterá em determinado período. Porém, é muito comum que essa atividade seja realizada de forma inadequada.

Para calcular o preço de um produto ou serviço corretamente é necessário identificar quais são todos os custos que envolvem sua realização — o que quer dizer levantar os gastos com energia elétrica, mão de obra, materiais, alimentação, entre outros. O preço final deve ser suficiente para cobrir esses gastos e ainda gerar uma margem de lucro satisfatória.

Porém, não é só isso. Vale a pena analisar a situação do mercado e os preços que são praticados pelos concorrentes e avaliar se o seu valor está condizente com a prática.

Separar as contas pessoais das contas da empresa

Infelizmente, essa é uma prática muito comum na gestão de empresas. Muito empreendedores têm o hábito de levar as contas de casa — energia, reforma, escola, entre outras — para serem pagas com os recursos da empresa. Porém, no longo prazo, essa prática pode acabar causando sérios danos à saúde financeira do negócio, podendo até mesmo levar à falência.

O pró-labore estipulado para o empreendedor deve ser necessário para suprir seus gastos sem que seja necessário envolver o capital da empresa para o pagamento dessas contas.

Redução de custos excessivos

Essa é uma das dicas de gestão financeira mais citadas e também das mais importantes. Quando é possível gerir um negócio com os custos reduzidos, o empreendedor passa a contar com uma margem de lucro maior e pode, consequentemente, oferecer preços mais competitivos no mercado, destacando-se de seus concorrentes.

Só é necessário tomar o cuidado de avaliar o corte de custos e suas consequências, para evitar perder em qualidade no produto ou serviço oferecido ao cliente ou então criar uma relação em que o custo-benefício não seja satisfatória.

Investir em software de gestão financeira

A gestão financeira é uma área que, por si só, necessita de diversos controles para que possa ser bem conduzida. Porém, fazer essa gestão de forma manual deixa os processos mais sucessíveis a erros.

Implementar um sistema de gestão permite automatizar processos, modernizar a gestão, obter maior agilidade na execução das tarefas, além de proporcionar maior confiabilidade nas informações e ter a possibilidade de elaborar relatórios que ajudem na análise das atividades e no processo de tomada de decisão.

Planejar o Fluxo de Caixa

Esse é um ponto crucial para o sucesso e longevidade das pequenas e médias empresas. Já que as PMEs costumam não ter tanto fôlego (caixa) para aguentar momentos de crise. Portanto, um planejamento financeiro é a única saída para não ter problemas com o caixa da empresa, já que uma eventual adversidade pode ser identificada com antecedência e dessa forma as atitudes cabíveis podem ser tomadas a tempo. Nesse cenário, a Nexoos é uma grande aliada das empresas, já que facilita empréstimos para capital de giro com juros mais baixos, sendo uma alternativa muito interessante para o empresário.

No artigo de hoje citamos apenas 6 dicas de gestão financeiras que podem ser aplicadas para alavancar os resultados do negócio. Porém, cabe ao gestor avaliar suas necessidades e oportunidades de melhorias, buscando soluções que aprimorarão seus processos.

Agora aproveite os comentários e nos conte: o que achou desse post? De que forma nossas dicas poderiam ajudar a melhorar seu negócio? Comente e participe!

 

Sobre o autor

Nexoos

Deixar comentário.

Share This