Aprenda como escolher uma plataforma peer to peer em 7 passos

Você é dono de uma pequena ou média empresa e precisa de um empréstimo para alavancar o seu negócio? Está em busca de um processo menos burocrático e com taxas de juros menores que as praticadas pelas instituições bancárias? Se você está atento às novidades do mercado, provavelmente, está em dúvida sobre como escolher uma plataforma peer to peer, não é mesmo?

O modelo peer to peer lending (P2P), que permite a intermediação entre o investidor e o tomador de empréstimo, tem ganhado destaque no Brasil desde 2011, por ser um processo menos burocrático e com juros menores, quando comparados aos bancos.

Por esse motivo, preparamos este post para apresentar alguns fatores que você deve considerar no momento de escolher a plataforma ideal, assim como algumas dicas que você pode usar para fazer essa avaliação. Confira!

1. Observe o valor da taxa de juros praticada nas operações

Não adianta você deixar de fazer um empréstimo junto em uma instituição bancária, para pagar juros elevados em um financiamento peer to peer, não é mesmo? Então, antes de escolher a plataforma, pesquise os valores das taxas cobradas e faça um comparativo, para que você faça o melhor negócio.

Você pode adotar como referência o valor da Selic — taxa básica de juros da economia. Dessa forma, você consegue fazer uma comparação não apenas entre as plataformas existentes, mas entre as distintas modalidades de crédito disponíveis no mercado. Cabe destacar, que essa pesquisa é imprescindível, pois o Brasil tem uma das maiores taxas de juros do mundo.

2. Veja a facilidade de uso

Tão importante quanto saber o valor dos juros cobrados, é verificar se a plataforma é intuitiva e se tem boa usabilidade. Portanto, não deixe de analisar todas as funcionalidades apresentadas e não tenha receio de entrar em contato com a empresa para sanar todas as dúvidas que podem surgir.

Para fazer essa avaliação, acesse as diferentes plataformas, tente simular situações para saber se elas apresentam alguma dificuldade ou se são instáveis etc. Apenas com a sua própria experiência você conseguirá saber qual é a mais adequada para o seu uso.

3. Analise a opinião de outros usuários

Esse é outro fator muito relevante, afinal, você pode saber qual é a credibilidade da empresa no mercado. Pesquise todas as informações que você julgar relevantes, como facilidade de uso, resolução de problemas, confiabilidade nas operações etc.

Para isso, você pode conversar tanto com pessoas conhecidas que utilizam a plataforma, quanto acessar alguns sites que coletam avaliações dos clientes. Essas páginas são importantes, pois além de fornecerem uma nota média geral dos serviços, apresenta qual é a estimativa de tempo e a agilidade da empresa em solucionar eventuais problemas.

4. Verifique o seu nível de segurança

Essa informação é fundamental, já que você vai inserir alguns dados do seu negócio, além de fornecer informações pessoais. Portanto, não deixe de analisar se os certificados de segurança do site são válidos e assinados por uma entidade certificadora confiável. Como cada browser tem sua forma de fazer essa verificação, consulte como deve ser feito esse procedimento no seu navegador.

Ademais, veja se existe algum histórico de vazamento de informações, que tem sido muito comum atualmente. Para isso, busque notícias na internet — principalmente em sites especializados. A opinião de usuários também é útil para que você faça essa avaliação.

5. Procure saber quais são os prazos e as condições de pagamento oferecidas

Essa análise é importante para garantir que você vai fazer um negócio de acordo com o seu perfil e as suas possibilidades de quitação da dívida. Logo, faça um comparativo nas diferentes plataformas e veja qual é a que atende as suas necessidades.

Uma dica interessante é criar uma planilha e inserir as informações coletadas, pois, assim, você conseguirá ter uma visão geral de prazos, taxas, condições de pagamento etc., o que facilita a escolha da melhor opção. Não se esqueça de verificar, também, se esses prazos informados são efetivamente cumpridos.

Muitas vezes, você pode encontrar uma plataforma que tenha um prazo interessante, mas uma condição de pagamento não favorável, ou vice-versa. Portanto, pondere bastante no momento da sua escolha para garantir o máximo de tranquilidade na operação.

6. Confira qual o nível da burocracia envolvida

Esse aspecto também deve ser considerado, já que processos menos burocráticos se apresentam como uma das grandes vantagens do modelo peer to peer, em relação ao processo de tomada de empréstimos junto às instituições bancárias. Estas, além de exigirem uma enorme quantidade de documentos, apresentam um tempo de resposta muito grande, o que pode resultar em sérios prejuízos financeiros para o seu negócio.

Então, é importante pesquisar quais são os documentos exigidos pelas diferentes plataformas existentes no mercado e qual é o tempo necessário para que a análise seja feita e para o fornecimento da resposta à solicitação. Com isso, você garante que o capital necessário para financiar as suas atividades esteja disponível no período ideal, a fim de que o seu planejamento não seja alterado.

7. Pesquise qual é a credibilidade da empresa no mercado

Esse é um dos elementos essenciais que você deve considerar na sua avaliação, já que uma empresa sem credibilidade pode ocasionar, além de prejuízos financeiros, uma série de outros transtornos, como o vazamento de informações.

Por isso, não deixe de considerar a opinião dos usuários, de verificar o tempo de atuação da empresa, qual o montante de financiamento realizado, qual a quantidade de empresas financiadas e de investidores. Assim, você consegue ter um panorama geral da experiência da empresa no segmento.

Além desses, existem vários outros fatores que você deve considerar para saber como escolher uma plataforma peer to peer. O importante é que você pesquise bastante e faça comparativos, para realizar um bom negócio. Afinal, diante de tantas opções existentes no mercado, fica difícil saber qual é a mais adequada para o seu perfil, não é mesmo?

Gostou deste post? Se você quer compreender mais sobre como funciona o financiamento P2P e quer saber quais são os nossos diferenciais no mercado, entre em contato conosco que iremos atendê-lo prontamente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *