Como diversificar um portfólio de empréstimos peer-to-peer?

 

Um dos princípios fundamentais no investimento em empréstimos peer-to-peer é a construção de um portfólio diversificado. Na Nexoos, o investidor tem a oportunidade de criar o seu próprio portfólio com as características que deseja, adequando ao seus interesses e apetite de risco.

Mas o que é um “portfólio diversificado”? A diversificação no investimento nada mais é do que a aplicação do velho conceito “Não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta” que pode ser usada em diversos aspectos do nosso dia-a-dia.

De forma mais objetiva, na Nexoos, isso quer dizer investir em um volume grande de empresas. Recomendamos pelo menos 20 empresas e idealmente mais de 40 empresas para diminuir a exposição de risco. E isso funciona! 93% dos nossos investidores que investem em 20 ou mais empresas possuem um rendimento acima de 160% do CDI.

 

É importante, no entanto, sempre balancear risco e retorno esperado em toda decisão de investimento. Assim, para mitigar os riscos, o investidor precisa avaliar:

  1. O risco do ativo em si (probabilidade de inadimplência em caso de dívida, probabilidade do preço de uma ação ou do valor de um imóvel diminuir, entre outros);
  2. Influência de um novo ativo no risco global da sua carteira de investimentos.

Para diminuir o risco dentro de uma carteira é importante buscar ativos cujas performances são independentes, ou seja, se um investimento dá problema não quer dizer que o resto da carteira vai ser impactada.

Além disso, o investidor pode buscar diversificação analisando alguns aspectos:

  • Tipo de investimento (ações, renda fixa, empréstimo peer-to-peer, imóvel, entre outros);
  • No caso específico da Nexoos, também vale analisar:
    • setor de atuação da(s) empresa(s)
    • região da(s) empresa(s)
    • tamanho da(s) empresa(s)

Para ajudar o investidor a avaliar o risco, a Nexoos disponibiliza alguns indicadores para os investidores:

  • Rating de crédito (AA até D3): para ajudar o investidor na avaliação do risco do ativo em si
  • Índice de diversificação: a recomendação da Nexoos é buscar no mínimo 95% nesse indicador.
  • Percentual máximo de exposição: indica o empréstimo/empresa que o investidor está mais concentrado. O investidor deve buscar a menor concentração possível em um mesmo empréstimo/empresa.

Pronto para criar o seu portfólio diversificado na Nexoos? Clique aqui para fazer login.

Qualquer dúvida conte conosco. Bons investimentos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *