Como e por que testar produtos na sua empresa?

Um dos pontos mais básicos para o sucesso de um negócio é a aceitação do público com relação ao que é oferecido. Nesse sentido, o teste de produto se torna uma atividade indispensável, já que permite a realização de ajustes antes que os itens sejam lançados de vez no mercado.

A seguir, falaremos mais sobre a importância dessa atividade e como ela pode ser feita. Continue com a leitura para saber mais!

Qual é a importância de fazer o teste de produto na empresa?

Ajuda a identificar erros e corrigi-los antes que cheguem ao mercado

Muitas vezes, durante a concepção de um projeto, a ideia parece viável e fantástica. Contudo, é na fase de testes que se verifica se eles realmente funcionam, se atendem as necessidades dos clientes e se possuem alguns pontos que precisam de alteração.

Sendo assim, pode-se dizer que um dos objetivos é descobrir todos os erros e garantir que o produto final será entregue com qualidade.

Mostra para o cliente o que ele receberá

Uma das maneiras de realizar testes é contando com a participação dos principais envolvidos, ou seja, os clientes. Dessa forma, são eles quem dão a palavra final a respeito do produto e informam se as especificações atendem suas necessidades.

A partir das informações adquiridas com esse tipo de teste, a equipe sabe exatamente quais ajustes precisam ser realizados para entregar o que o público realmente busca em um produto.

Ajuda a evitar prejuízos

Com a realização de testes e as modificações que se apresentam como necessárias, o risco de colocar um produto que terá pouca aceitação é reduzido consideravelmente. Assim, também se evita perder o investimento que foi realizado no desenvolvimento, na produção, no lançamento e na divulgação.

De quais maneiras os testes podem ser realizados?

Opinião dos pontos de venda

Nessa opção, a opinião é coletada no ponto de venda. Nesse caso, disponibiliza-se o produto em locais estratégicos e, depois de um certo tempo, coleta-se a opinião dos vendedores a respeito das impressões do público, do volume de vendas, da procura, entre outras coisas.

Controle de quantidade de vendas realizadas

Aqui, paga-se uma taxa aos comerciantes para que exponham o produto em uma parte de destaque na vitrine. Depois de um tempo, levanta-se os dados referentes à quantidade de vendas realizadas no período.

Opinião dos clientes

Por fim, como dito anteriormente, a realização de testes pode — e deve — ser feita diretamente com os clientes e é uma das maneiras mais eficazes. Nesse caso, seleciona-se um grupo de pessoas com o perfil do seu público-alvo e solicita-se a opinião deles com relação a todos os aspectos que envolvem o produto.

Como os testes devem ser elaborados?

Para elaborar os testes de maneira eficaz, é necessário considerar alguns pontos básicos. Confira algumas dicas:

  1. faça um planejamento e tenha uma estratégia bem definida para alcançar o público;
  2. tenha objetividade: faça todas as perguntas necessárias, de forma objetiva e clara. Isso ajuda a compreender o que os clientes buscam e fazer os ajustes necessários;
  3. foque na simplicidade. Quanto mais complexo o teste for, mais oneroso ele será e terá mais chances de não oferecer dados eficazes;
  4. explore os diferenciais do seu produto e registre como o público está aberto a inovações;
  5. conheça seu público. Isso é necessário para direcionar o teste e alcançar a opinião de quem tem maior relevância, ou seja, quem tem maior potencial de comprar seu produto.

Como se pode ver, o teste de produto proporciona diversos benefícios para a empresa. Apesar de gerar gastos, vale a pena pensar na relação custo-benefício, já que uma das consequências de lançar um produto que não possui aceitação pode gerar um prejuízo maior do que o custo de adotar a rotina de testes.

O que achou do artigo? Suas dúvidas a respeito de teste de produto foram esclarecidas? Comente e compartilhe suas opiniões conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *