Digitalize o crédito para sua empresa. Simule com a Nexoos!
imposto-de-renda-investimentos
Investimentos

Imposto de Renda sobre Investimentos – Entenda

Dentre todos os pontos de atenção que um investidor deve ter ao estudar opções de investimento, o Imposto de Renda sobre investimentos é parada obrigatória. Nesse post vamos entender quais aplicações estão sujeitas a IR, quais são as alíquotas, como o imposto é retido, e como declarar os rendimentos .

Quais tipos de aplicações estão sujeitas ao IR?

A tabela abaixo mostra os tipos mais comuns de investimentos no Brasil, acompanhados da incidência ou não do IR, assim como a taxa de retorno bruta (TRB) de cada um:

Tabela de Incisão do IR sobre Investimentos (março 2018)

Os únicos tipos de investimento isentos de imposto de renda no Brasil são a poupança e o LCI/LCA. A poupança já rende basicamente a inflação, por isso a incidência de IR não faria sentido, uma vez que não há expansão do patrimônio. Os papéis de LCI e LCA foram isentos de IR pelo governo brasileiro para estimular os investimentos no setor imobiliário (LCI) e no setor de agronegócio (LCA).

Como já falamos em um outro artigo no nosso blog, é muito importante diversificar os investimentos dentre as opcões acima e criar uma carteira de investimentos.

Qual é a alíquota do IR que incide sobre minhas aplicações? O Imposto de Renda sobre Investimentos incide sobre o montante ou sobre os juros?

Caso você decida investir nas opções que sofrem a incidência do imposto de renda, a alíquota vai variar com o tempo da aplicação, como indica a tabela abaixo:

Alíquota de IR sobre Investimentos

Lembrando que o imposto só incide sobre o ganho de capital, ou seja, somente sobre a parte do investimento que corresponde a ganhos por juros.

No caso dos investimentos na Nexoos, o imposto de renda incide sobre os juros das parcelas mensais que o investidor recebe, e vai decaindo com o tempo. Supondo um investimento de 24 parcelas por exemplo, o IR incidiria em 22,5% para juros das primeiras seis parcelas, 20% para juros das próximas seis, e 17,5% sobre os juros das últimas doze parcelas.

Importante: Esse ponto gera algumas dúvidas pois o desconto do imposto de renda sobre a parcela aumenta com o tempo, e muitos investidores não entendem o porque. Acontece que apesar de a alíquota diminuir, como ela é aplicada sobre a parte da parcela referente a juros (e essa parte aumenta com o passar do tempo), o resultado é que o valor retido sobre cada parcela aumenta com o tempo.

O Imposto de Renda sobre investimentos já é retido na fonte? Como faço para declarar?

Em todas as aplicações o imposto de renda já é retido na fonte no momento da retirada. Os bancos e instituições financeiras são responsáveis por mandar no final do ano para os investidores o informe de rendimentos, no qual constará os dados que investidor vai colocar na sua reclaração do imposto de renda.

No caso da Nexoos, por exemplo, a instituição financeira parceira, a Socinal, envia para os investidores esse informe de rendimentos no final do ano.

Tirou todas as dúvidas de imposto de renda sobre investimentos? Se ainda tiver algum pergunta, escreva nos comentários abaixo!

Formado em Engenharia Elétrica pela UNICAMP, James fez parte da AIESEC por 4 anos, trabalhando a nível Local e Nacional em 3 países diferentes. Hoje é Head de Produto e Dados na Nexoos, gerenciando o desenvolvimento da plataforma e os produtos financeiros associados.

Simule seu crédito
Share This