Digitalize o crédito para sua empresa. Simule com a Nexoos!
Investimentos

O que analisar em um projeto para investir como P2P lending?

Empréstimos peer to peer, ou P2P, estão despontando cada vez mais como um investimento interessante: boas taxas de juros, transparência, bom histórico das empresas financiadas, entre outros fatores. Para alguns investidores, ainda há dúvidas quanto à melhor forma de avaliar um projeto em P2P Lending. Como o objetivo de solucioná-las, preparamos um guia com os principais aspectos que você deve analisar nessa hora. Confira:

Taxa de juros no P2P Lending

Assim como em qualquer outro tipo de investimentos, um dos principais fatores a se considerar antes de realizar um investimento em P2P Lending é a taxa de juros. Vale a pena comparar não apenas investimentos peer to peer, como também as remunerações oferecidas por outras opções no mercado de ativos.

A depender das taxas de remuneração, é possível verificar o tipo de risco apresentado pela empresa, que pode variar de acordo com o setor de atuação, estágio de desenvolvimento do produto ou serviço, histórico de solvência no mercado, bem como a possibilidade de aumentar seus rendimentos por meio dessas plataformas (que têm menos intermediários e são mais eficientes). Assim, você poderá avaliar se a taxa de juros é mais vantajosa ou não.

Saúde financeira da empresa

Para participar de um crowdfunding de empresas, também é recomendável que você verifique a saúde financeira desses negócios. Normalmente, os pedidos de financiamento são acompanhados de relatórios de gestão financeira e contábil. Além disso, é possível que você cheque informações sobre a empresa por outros meios, como cadastros no Fisco, participação no polo passivo de ações judiciais, bem como sua reputação entre investidores no mercado.

Porcentagem do valor total solicitado como empréstimo

Antes de realizar seu investimento, você também pode analisar a porcentagem do valor total solicitado como empréstimo. Muitas empresas recorrem a plataformas de P2P Lending para capitalizar apenas parte de suas atividades, que vão muito além desse empréstimo. Isso pode ser um bom indicativo da solidez do negócio, bem como da capacidade de solvência da empresa.

Transparência das plataformas para investidores

Se o que te preocupa nas plataformas de P2P Lending é não saber os riscos que está correndo, saiba que esse receio é cada vez mais infundado. Como o desenvolvimento dessas empresas de intermediação, há maior transparência dos processos de investimento, distribuição de rendimentos e recebíveis. Além disso, os investidores contam com relatórios sobre as empresas que participam do grupo, de forma a possibilitar decisões de investimento mais informadas, seguras e transparentes. Dê preferência a plataformas que proporcionam essa transparência para seu investimento!

Diminuição de intermediários

Por que você acha que a economia de compartilhamento tem crescido tanto nos últimos anos? Segundo a Forbes, a expectativa é de que o setor movimente mais de US$ 3,5 bilhões em 2016. Um dos fatores de sucesso desse setor é justamente a redução do número de intermediários nas relações econômicas.

Essas plataformas possibilitam conexões cada vez mais diretas entre consumidor e produtor, reduzindo custos de transação e aumentando o rendimento dos prestadores de serviço. Ou seja, a redução dos intermediários é benéfica para os principais agentes da cadeia econômica.

Analisando esses aspectos, fica fácil avaliar se participar ou não de P2P Lending é um bom negócio para você! Aproveite também para conhecer outra história de sucesso em P2P Lending, no Reino Unido, a Funding Circle!

Simule seu crédito
Share This